Gabinete japonês aprova reduções fiscais para sobreviventes de terremoto

O Gabinete do governo do Japão aprovou um pacote de medidas de redução de impostos para residentes que estão lidando com prejuízos relacionados ao terremoto de magnitude 7,6 que devastou uma região na costa do Mar do Japão no dia 1º de janeiro. O pacote inclui deduções nos impostos residencial e de renda para prejuízos a moradias e propriedades.

O governo permitirá que essas deduções sejam reivindicadas nas declarações de impostos de 2023, apesar do terremoto ter ocorrido no primeiro dia deste ano.

O período para a declaração do imposto de renda de 2023 começa em fevereiro.

Residentes empregados que pagaram impostos no ano passado sob o sistema de retenção na fonte também poderão solicitar reembolso.

O Gabinete e os partidos situacionistas afirmam que pretendem obter o quanto antes a aprovação das leis de redução de impostos durante a atual sessão parlamentar, que vai até 23 de junho.