Sem financiamento, agência da ONU de auxílio a refugiados palestinos poderá interromper atividades

Uma agência das Nações Unidas que fornece ajuda humanitária a refugiados palestinos diz que provavelmente será forçada a interromper suas operações até o final deste mês caso seu financiamento permaneça suspenso.

Os principais doadores da Agência das Nações Unidas para Ajuda aos Refugiados Palestinos no Oriente Próximo (UNRWA), interromperam financiamentos adicionais após alegações de que alguns de seus funcionários estariam envolvidos no ataque do Hamas a Israel em 7 de outubro.

Em um comunicado divulgado na quinta-feira, a agência informou que fundos no valor de 440 milhões de dólares haviam sido suspensos.

O comissário-geral Philippe Lazzarini observou que a UNRWA “continua sendo a maior organização de auxílio em uma das crises humanitárias mais graves e complexas do mundo”.

Ele manifestou um forte senso de crise, dizendo que a suspensão do apoio financeiro afetará as atividades da agência não apenas na Faixa de Gaza, mas em todo o Oriente Médio.