Mais de 30 vítimas do terremoto de Noto morreram devido a hipotermia

A NHK foi informada de que mais de 30 pessoas morreram na província de Ishikawa devido à exposição ao frio após o poderoso terremoto ocorrido no dia de Ano-Novo. Há indícios de que muitas estivessem esperando pelo resgate.

Até terça-feira, 238 mortes haviam sido confirmadas na província. Acredita-se que 15 delas tenham sido causadas por fatores derivados do terremoto.

A NHK obteve informações com a Agência Nacional de Polícia sobre as causas das 222 mortes restantes. A polícia já concluiu as autópsias dos corpos.

Dentre as vítimas, 92 delas, ou 41 por cento, morreram esmagadas e 49 outras, ou 22 por cento do total, morreram asfixiadas ou por insuficiência respiratória.

Ainda 32 pessoas, ou 14%, morreram por hipotermia, a perda de calor corporal.

Na cidade de Wajima, três pessoas morreram queimadas. Uma rua no centro da cidade foi tomada por um incêndio.

Das 204 vítimas cuja idade foi confirmada, mais de 70 por cento tinham 60 anos ou mais.

Autoridades da província divulgaram as causas das mortes com o consentimento das famílias das vítimas. No entanto, as causas estão listadas em categorias genéricas, como “desabamento de casas” e “deslizamentos de terra”.

Essa é a primeira vez que são revelados mais detalhes.