JR Leste planeja reforços de peças de Shinkansen após suspensões de serviço

A East Japan Railway Company, JR Leste, planeja executar reforços de manutenção na rede ferroviária de alta velocidade Shinkansen após uma extensa suspensão dos serviços de trem-bala ocorrida na semana passada.

A companhia disse que a suspensão da terça-feira passada foi causada por danos em uma peça que mantém no lugar o cabo superior de alimentação elétrica dos trens. Uma queda de energia que seguiu levou ao cancelamento por um período prolongado de mais de 280 trens em partes das linhas Tohoku, Hokuriku e Joetsu Shinkansen.

Em uma coletiva de imprensa na terça-feira, funcionários da alta cúpula da JR Leste disseram que os reparos serão realizados até o final de julho em todas as linhas de Shinkansen sob sua administração.

Como medida provisória, a empresa substituirá o tipo de peça em questão no trecho entre Tóquio e a cidade de Omiya, na província vizinha, Saitama.

Em outros trechos, a companhia planeja colocar um novo encaixe de metal próximo à peça para evitar que o cabo superior de alimentação elétrica se desprenda, mesmo que um problema similar ocorra novamente.

De acordo com a política padrão de manutenção da companhia, o ciclo de substituição desse tipo de peça é de um período de 30 anos. Entretanto, a peça que quebrou havia sido usada por 38 anos.

Os funcionários também acrescentaram que as inspeções que se seguiram em relação ao mesmo tipo de peça, em 490 locais, revelaram que mais da metade era usada há mais de 30 anos.