Defesa do incendiário da Kyoto Animation recorre da sentença de morte

A equipe de defesa de um homem, condenado à morte por ataque incendiário em um famoso estúdio de animação em Kyoto, apelou da decisão.

Na quinta-feira, o Tribunal Distrital de Kyoto condenou à morte Aoba Shinji, conforme exigido por promotores, pelo ataque que matou 36 funcionários e feriu 32 no estúdio da Kyoto Animation.

Os promotores tinham acusado Aoba de assassinato e incêndio criminoso, depois de ter encharcado o estúdio com gasolina e ateado fogo em julho de 2019.

Segundo a decisão, Aoba não era insano nem tinha capacidade reduzida, e a morte de 36 pessoas era grave e trágica.

A equipe de defesa entrou com o recurso na sexta-feira. Os advogados tinham argumentado que Aoba sofria de um transtorno mental e não poderia ser responsabilizado criminalmente.