Sharp deixará de produzir telas de LCD de grande porte para TVs no Japão

A fabricante japonesa de eletroeletrônicos Sharp afirmou que vai parar de produzir todas as suas telas de cristal líquido de grande porte para televisores.

Os monitores são produzidos em uma fábrica na província de Osaka, região oeste do Japão, gerenciada por uma subsidiária, a Sakai Display Products. A Sharp não terá mais um centro de fabricação no Japão após o fechamento das linhas de produção em setembro.

A mudança tem como objetivo transformar a empresa. A Sharp quer reestruturar seu negócio na área de telas de LCD, que enfrenta dificuldades, em face de perdas pelo segundo ano consecutivo.

A empresa registrou um prejuízo líquido de 149,9 bilhões de ienes, ou cerca de 960 milhões de dólares, para o ano comercial encerrado em março devido à queda brusca nos ganhos provenientes de telas de LCD de pequeno e médio porte.

A empresa projeta lucro líquido de 5 bilhões de ienes, ou em torno de 32 milhões de dólares, para o ano comercial de 2024.

As condições de mercado de monitores de LCD para TVs não são favoráveis em meio à forte concorrência de fabricantes chinesas e sul-coreanas. O crescimento da demanda também se estabilizou depois que muitos consumidores compraram novos aparelhos de TV durante a pandemia.