NHK WORLD > Curso de Japonês > Página inicial em português > Professora, pode explicar? > Três grupos de verbos japoneses (Lição 40)

Professora, pode explicar?

Três grupos de verbos japoneses (Lição 40)

Os verbos do japonês são divididos em três grupos. Cada grupo tem seu próprio padrão de conjugação. Os verbos do “Grupo 1” são verbos que têm a vogal I na sílaba anterior a MASU. KAKIMASU (escrever) é um exemplo. Quando verbos deste grupo são conjugados, a sílaba antes de MASU muda.

Vamos colocar o verbo KAKIMASU (escrever) na forma do dicionário. Neste caso, substitui-se KI, a sílaba anterior a MASU, por KU, dizendo-se KAKU. Para colocar esse verbo na forma TA, ou seja a forma passada, que inclui o pretérito perfeito, substitui-se KI por I, dizendo-se KAITA (caso o sujeito seja "eu": escrevi). Já aprendemos os padrões dessas conjugações de sílabas antes de MASU com músicas na Lição 12. Por favor, faça uma revisão.

Os verbos do “Grupo 2” são verbos que têm a vogal E na sílaba anterior a MASU.

TABEMASU (comer) é um exemplo. Para colocar esse verbo na forma do dicionário, substitui-se MASU por RU, dizendo-se TABERU. Para colocá-lo na forma TA, substitui-se MASU por TA, dizendo-se TABETA (caso o sujeito seja "eu": comi). Dentre os verbos do “Grupo 2”, existem alguns verbos que têm a vogal I na sílaba anterior a MASU, como MIMASU (ver ou olhar). Mas esses são poucos.

No “Grupo 3” existem dois verbos, SHIMASU (fazer) e KIMASU (vir). Esses verbos possuem uma conjugação irregular, mas são apenas dois. Portanto, memorize as suas conjugações.

A forma do dicionário de SHIMASU (fazer) é SURU, e a sua forma TA é SHITA (caso o sujeito seja "eu": fiz). A forma do dicionário de KIMASU (vir) é KURU. Sua forma TA é KITA (caso o sujeito seja "eu": vim).

Também já disponibilizamos as tabelas de conjugação de padrões de verbos para a forma TE e a forma NAI na página “Ferramentas de aprendizado” para as lições anteriores. Por favor, verifique.
Você sairá do site da NHK.